loader
Segurança alimentar com peixes

Segurança alimentar: como armazenar e preparar seu peixe 25 de fevereiro de 2016

Ao sair para comprar peixe, você leva uma bolsa térmica? Mesmo que a viagem da peixaria/mercado/feira até a sua casa seja rápida, seria bom ter este hábito.

Assim como muitos já incorporaram o uso de sacolas ecológicas de pano na hora das compras, é fácil começar a utilizar a bolsa térmica, de preferência com gelo em gel, para que o pescado congelado não descongele e o resfriado não entre em estado de decomposição.

A nutricionista especializada em vigilância sanitária Fernanda Brossi Gutierre dá dicas de como transportar, armazenar e manipular pescados com segurança.

Pois não basta ficar de olho nas práticas de conservação do estabelecimento comercial, como ensinamos aqui. Os cuidados devem continuar na sua cozinha.

 

Qual a melhor maneira de transportar o peixe do mercado/feira/peixaria para a casa?

O peixe deve ser o último a ser comprado, para que não sofra aumento da temperatura. Sempre levar bolsas térmicas e, quando houver, gelo em gel para ajudar na conservação. Não comprar peixes em estabelecimentos que envolvam o produto em jornal, pois é proibido por legislação, essa é uma maneira errada de embalagem e transporte.

 

Como conservá-lo em casa? Quanto tempo pode-se esperar até o preparo/consumo?

O peixe fresco deve ser manipulado assim que chegar a casa. É imprescindível que o local onde ocorrerá a manipulação esteja limpo para que não ofereça risco de contaminação cruzada de outros produtos, sujeira ou produtos de limpeza. Se o peixe estiver já limpo, cortar e temperar no menor tempo possível e levar ao refrigerador rapidamente. A refrigeração é importante para manter as características sensoriais e evitar qualquer risco de crescimento de bactérias, principalmente se o peixe for consumido cru.

Se o peixe estiver inteiro, será necessária a evisceração e, nesta etapa, é muito importante a agilidade e limpeza deste processo para evitar contaminação.

A melhor forma de armazenar até o preparo/consumo final é em saco plástico apropriado para alimentos e em seguida em recipiente de vidro com tampa, longe dos demais alimentos.

Evite recipientes plásticos para que não fique com odor do peixe.

Cozinhe ou consuma no mesmo dia ou, no máximo, no dia seguinte, completando 24 horas da manipulação.

De que forma os peixes podem se contaminar em uma cozinha doméstica?

O maior número de intoxicações é registrado em casa, por falta de informações básicas de higiene.

Como falei antes, a manipulação do peixe deve ser previamente preparada. Pia, recipientes e utensílios devem ser higienizados e organizados, além da higiene das mãos. O preparo deve ser no menor tempo possível, para que o peixe volte para ao refrigerador rapidamente.

Premier Pescados

Premier Pescados

Os melhores pescados para o seu restaurante e para a sua casa.

2 # # # # # # # # # # # # # # # # # #

Deixe uma resposta

Abrir Conversa
Olá,
Como posso te ajudar?
Powered by